''O QUE PODEMOS FAZER PARA QUERER FIRMEMENTE AQUILO QUE RECONHECEMOS SER O MELHOR PARA NÓS E PARA NOSSA ESPÉCIE?''

14 de dez de 2009

Ciência, Nutrição e Espiritualidade.

tirado da revista SEICHO-NO-IE
ANO XVIII - nº 215 Junho de 2003

:: Página 27 -29 ::


'' Carne, ovos, leite constituem a base de uma alimentação saudável, por conta de sua proteína, um nutriente fundamental para a alimentação. ''


O ensinamento Seicho-No-Ie diz:

''Por que necessita o homem de comer tanta carne, se o boi alimenta-se apenas de capim e produz cerca de meia tonelada de carone?''
''Seria o boi mais evoluido que o homem, pois consegue produzir carne a partir do capim? ''

Enfim, cai por terra a crença de que a carne significa proteína, e que esta é fundamental para a vida.
Hoje este antigo conceito cai por terra, em função dos novos conhecimentos da ciêcia da nutrição.
Sábio mestre Masaharu Taniguchi!
Hoje já se reconhece que a necessidade é de aminoácidos, e não de proteínas em si. E o que são aminoácidos?
São as unidade integrantes fundamentais das proteínas, insto é, as proteínas são macromoléculas compostas de um grande numero de aminoácidos. Além de encontrarmos os aminoácido em fontes de origem animal (carnes, ovos, leite, etc.), encontramos também no alimentos de origem vegetal como leguminosas(feijão, lentilha, grão-de-bico, soja, ervilha, fava, amendoin), grãos e outros.

Alguns dos aspectos científicos do não-consumo de carne pelo ser humano são:

  • melhor manutenção do peso corporal;
  • melhor regulação da pressão sanguínea;
  • reduçõ de problemas cardíacos (portanto, preservação da saúde);
  • melhor funcionamento do trato gastrointestinal;
  • prevenção de certos tipos de câncer.

Alguns aspectos positivos da evolução espiritual através do NÃO-CONSUMO de carne pelo homem:

  • não recebe a vibração da tristeza do animal no momento em que é abatido;
  • preservação e respeito à Naturaza e aos animais (ética!);
  • seres humanos mais pacíficos e harmoniosos;
  • respeito à vida dos animais significa respeito à prória vida;
  • menos ganância e disputa por poses materiais;
  • contribuição à ecologia e ao meio ambiente (queimadas e derrubadas de árvores para o uso do gado);
  • construção de um mundo mais pacífico, com menos guerras (matança gera matança);
Portanto, sempre que possível, devemos evitar o consumo de alimentos de origem animal, principalmente a carne vermelha, porém, com sabedoria e sem extremismos, até que esse hábito se torne naturalmente incorporado em nossa alimentação diária.
Quanto ao hábitos alimentares de alimentos de origem animal ou vegetal, os seres humanos são classificados como:

Vegetarianos: pessoas que excluem carnes, aves, peixes, ou seja, alimentos de origem animal;
Lactovegetarianos: pessoas que consomem leite, ovos, mas omitem carne.
Semivegetarianos: pessoas que incluem alguns, mas não todos os alimentos de origem animal, e geralmente excluem a carne vermelha;
Lacto-Ovo-Vegetarianos: pessoas que incluem leite e derivados, ovos, em seu consumo, omitindo porem carnes e alimentos de origem marinha.

Porém, as dietas vegetarianas devem ser bem planejadas, a fim de constarem todos os nutrientes em quantidade adequada a uma boa alimentação.
Diversos estudos apidemiológicos do consumo de frutas e vegetais na redução de doenças crônicas-degenerativas, incluindo a presença de nutrientes antioxidantes e fitoquímicos.
leia muito, estude, informe-se e incorpore esse hábitos em sua vida. Atravéz da Meditação Shinsokan, quando o nosso ser se centraliza, naturalmente passamos a preferir alimentos leves e adequados que somente nos vivificarão.
Os hábitos alimentares saudáveis devem ser adotados de acordo com o despertar de cada indivíduo; alimentação adequada é reflexo do despertar espiritual. Mas cuidado, pois extremismos podem ocasionar atritos em familia, por mudanças bruscas no hábitos alimentares.
Se você já despertou para a importância de hábitos saudáveis na alimentação, parabéns! Porém, com muita sabedoria, vá conduzindo aos poucos sua familia para habitos corretos.
Extremismos geram conflitos. Amor, sabedoria, paciência, respeito e perseverança levam a familia à saúde e à longevidade.
Seja apenas o exemplo, não deseje implantar o hábito nos outros, pois a familia, com certeza, caminhará seguindos as suas pegadas.

Muitos escritores, cientistas, filósofos e homens ilustres foram vegetarianos, citamos alguns:

Masaharu Taniguchi
Leonardo da Vinci
Sakyamuni (Buda)
Jesus Cristo
Charles Dawin
Benjamim Franklin Virgílio
Emile Zolá
Horácio Albert Einstein
platão
Mahatma Gandhi
Pitágoras
Albert Schwatzer
Sócrates
Paul Newman
William Shakespeare
Voltaire
 
E poque não VOCÊ?
Pense nisso.

Um comentário:

flávia disse...

isso mesmo...em relação a familia.... é como se vc estivesse percorrendo uma trilha com auxilio de um guia e de repente, por conhecer o caminho, ele saísse em disparada. De que adiantaria então sua presença ali se este disparasse a frente e só?

Total de visualizações de página