''O QUE PODEMOS FAZER PARA QUERER FIRMEMENTE AQUILO QUE RECONHECEMOS SER O MELHOR PARA NÓS E PARA NOSSA ESPÉCIE?''

27 de abr de 2010

Estatisticas durante minha Dieta Frugívora Hipo-Llipidica

Efeitos que pude sentir durante +-2 meses de dieta Frugivora hipo lipídica

Saiba:
Hipo = pouco
Lipidios = gordura
Dieta = estilo de vida alimentar
Frugivoro = um dos estilos de alimentação crua

Ou seja, diariamente me alimentava com aproximadamente mais de 2000 calorias de alimentos, em sua maioria frutas frescas(principalmente bananas e frutas da epoca) e folhas verdes, sendo esporádico o uso de alguma fruta ou outro alimento de baixo teor de gordura (abacates, nozes, oleos). Retirando totalmente o uso de qualquer especie de condimento refinado. O uso de algumas coisas sendo que de uso esporádico, é aceitável individualmente, existem dietas que proibem e estipulam regras, era criava minhas regras.



na mesa: bananas, macadamias, maracuja, laranjas, caqui, mamao, atemoia, pera. Esses alimentos daria pra uns 3 dias talvez, se bem combinados, exceto macadamias.

Variação alimentar:
~> frutas doces, frutas nao doces, sementes e folhas verdes

Variação emocional:
~> boas relações com colegas, solteiro, familia tranquila, sem estresse

Variação motora:
 ~> bem trabalhada, fazia atividades fisicas especificas quase todos os dias (exercicios livres, nunca em academia fechada) 


(foto da mesa da cozinha)

Informações a partir da 2ª semana de dieta até o dia 60
(cada corpo se comporta de uma forma):
~> Cutanea (pele) <> muito, muito suor porem sem odor, espinhas e cravos diminuíram 98%
~> Digestão/Eliminação <> eliminações equilibradas e rapidas, sem odor forte, com odor de fruta (rs), digestão rapida (poucas horas), leucocitose digestiva ausente (calor/sono/peso apos comer),
~> Urinaria <> incolor, sem odor, muitas vezes ao dia
~> Boca <>  sem odor, sem saburra, dentes mais limpos, redução e posterior eliminação de creme dental somente a escovação e fio dental, meus dentes deram uma leve ''ajustada'', redução do esforço mecanico de mastigação
~> Peso <> no inicio perde-se alguns quilos, mas depois ele volta e se mantém se a quantidade de calorias e atividades do dia se manterem
~> Aparencia do corpo <> definição muscular (dependendo da alimentação e atividade diária),
~> Cabelo <> eliminação da caspa, cabelos fortes

Outras informações:
~> Sede: reduzida drasticamente
~> Sensação de saúde <> elevada
~> Sensação de tranquilidade e paz <> elevada
~> Disposição fisica e mental <> elevada, cansaço reduzido
~> Clareza mental <> Elevadissima
~> Imunidade <> alta, sem gripes e etc
~> Exame geral <> batimentos, sangue, vitaminas, etc , fiz 1 exame no segundo mes, e tudo ok.


As mudanças acontecem! Pratica e comece a sentir.
Sobra tempo e energia pro corpo se preocupar com outras coisas:
> eliminações 
> criatividade
> leitura
> regenerações
etc

Nas semanas iniciais os odores corporais e eliminações podem variar bastante e até intensificar, dependendo do individuo, elas podem ser bem fortes, a causa é a mera atividade desintoxicante instintiva organica.

DISPERDÍCIOS E ECONOMIAS

~ o ''lixo'' alimentar direto:
> Resíduos de frutas (quando possivel eu enterro tudo do que sobra, menos as sementes que seco e jogo nos terrenos)
> sem gás de cozinha / fogo demasiado
> sem detergente e produtos para louça
> praticamente sem louça
> pouca agua lava facilmente o que foi usado
> bem menos sacolas
> etc

Experiencia:
Acontece um boicote de praticamente todos os produtos industrializados;

Economia de dinheiro: Sabendo comprar sai muito mais barato que comida convencional(se somarmos no mês, tempo, combustivel pra fazer compras grandes, água que usou pra fazer e limpar a cozinha e utensílios, gaz de cozinha, etc...

A possível não necessidade de: fogo, agua, lavar louça demasiadamente, talheres em excesso, potes, pratos em excesso, formas de aluminio, panelas, detergente, sabonete, xampu, cremes, desodorantes, produtos multi uso, e demais produtos pois o corpo fica ''suave'', puro, mais alcalino
Porém tudo isso é o que aconteceu +- comigo, muita coisa que mencionei depende muito do ambiente e dos alimentos disponiveis.

Foi uma experiencia altamente benefica e que me marcou. Até hoje ainda pratico a alimentação ''demasiada'' de alimentos crus!

A Doutrina Térmica

A Doutrina Térmica é baseada em três princípios fundamentais: em primeiro lugar - os nossos estômagos não são feitos para processar a carne e os diferentes tipos de alimentos processados; segundo - a nossa pele é um segundo pulmão e um segundo rim, que desempenha um papel importante na eliminação de toxinas do corpo; terceiro - `as térmicas doutrina" - a forma como regula a temperatura corporal dentro e fora.

O maior divulgador da doutrina térmica foi Manuel Lezaeta Acharán. Ele estudava medicina no Chile, quando ele ficou muito doente - gonorréia, que era incurável naquela época. Ele parou de estudar e correu ao redor do país uma última vez e estava se preparando para morrer quando ele conheceu um monge alemão - Padre Tadeo de Wisent, que lhe curada em dois meses e cujos métodos são baseados em obras de grande alemão médicos: Prießnitz, Kneipp , Kuhne, Rikli e Just. Manuel permaneceu com o padre durante nove anos e aprendeu seus caminhos. Ele curou muitas pessoas doentes fora das mãos de medicina tradicional e salvou suas vidas. Ele teve que ir a tribunal e lutou durante anos contra o chileno tradicional estabelecimento médico para ter o direito de publicar este livro e, no final, a Suprema Corte decidiu em seu favor, pois seus métodos não podem prejudicar o corpo - elas são naturais.

A barriga de um tigre é feita para processar a carne crua, é curto e forte, e ela suga todos os nutrientes fora de Carne e pega-lo rapidamente. Nossos estômagos são semelhantes aos dos macacos, que comem frutos e nozes em pequenas quantidades durante todo o dia. O estômago humano digere manga em duas horas, sem nenhum esforço extra, e ele digere carne em seis a dezesseis horas, dependendo do tipo de carne e o modo como foi cozido. Sendo assim, por muito tempo nos nossos estômagos, a carne apodrece e em vez de nutrientes do sangue leva toxinas ao corpo. O mesmo é válido para todos os produtos químicos e toxinas que comemos como os industrializados e alimentos enlatados, bolos, adoçantes artificiais, esta lista pode vai crescendo mais e mais.

Agora, um homem civilizado come todos os alimentos errados e cada vez mais ele sente frio - ele põe mais pano -, assim, fechando os poros da pele através da qual uma grande quantidade de toxinas é eliminada. Existe a lei das temperaturas, como trazer a sua pele de volta à vida, e pode curar diversas doenças.

A doutrina térmica não vê impedimentos para uma pessoa ser saudável, pois que, revitalizando o corpo, não existe micróbios ou bactérias que matem.

26 de abr de 2010

As 168 Propriedades do Limao !


confira nesse link as propriedades percebidas por Manuel Lezaeta Acharan sobre o limao

O Fator CRU

Texto elucidativo


Alimentos Crus

Por: Ernst Bauer

Tenho 85 anos. Exerço a medicina há 20 anos em Arosa, Suíça. Meu pai era médico rural e conheci os limites da medicina convencional convivendo com doenças crônicas já na minha juventude. De constituição bastante frágil, procurava ampliar as possibilidades da medicina convencional com métodos alternativos. Hoje, considero alimentação e jejum os mais importantes.

O famoso médico suíço, Dr. Max Bircher-Benner (1867-1993), ouviu falar dos incríveis efeitos da alimentação crua. Experimentou e ficou perplexo com o resultado. Naquela época, todas as crianças com doença abdominal morriam. A clínica pediátrica do Hospital Universitário de Zurique encaminhou quatro crianças ao Dr. Bircher-Benner. Retornaram curadas. Sua alimentação consistia, principalmente, de bananas frescas, depois substituídas por maçãs frescas, com o mesmo resultado. Também as crianças diabéticas foram beneficiadas com uma dieta exclusiva de frutas frescas.
O Dr. Bircher-Benner apresentou ao Dr.Joseph Evers, na Alemanha, três pacientes que ficaram livres de esclerose múltipla, uma doença considerada incurável. O Dr. Evers começou, então, a tratar pacientes portadores de esclerose múltipla e outras doenças consideradas incuráveis, com resultados surpreendentes. Em reunião da Associação Alemã de Neurologia, o Dr. Evers apresentou suas radiografias e a estatística, mostrando que — ao iniciar a alimentação com frutas e verduras frescas dentro do período de um ano após o aparecimento dos sintomas — 94% dos portadores de esclerose múltipla ficavam curados. O Dr. Evers, falecido em 1975, não utilizava medicamentos, somente alimentação. Em seu livro "Warum Evers-Diät?" (Porque a dieta Evers?), ele afirma: "O sucesso é a melhor prova de que uma teoria está correta."

O Dr. Honekamp, diretor clínico de uma clínica psiquiátrica alemã, documentou, em seu livro sobre a cura de doenças mentais com produtos naturais, como conseguiu curar pela alimentação crua, com poucas exceções, os pacientes internados em sua clínica. Entretanto, ele mostrou que a esquizofrenia crônica só pôde ser curada após quatro anos.
Tudo foi esquecido até recentemente, quando o físico Fritz Popp descobriu que os nutrientes vivos irradiam fótons. Essas pequenas partículas de luz aparentemente protegem o sistema imunológico e destroem células cancerígenas. Quando aquecemos os alimentos vivos, a irradiação se torna muito forte e depois cessa — os alimentos estão mortos. No livro "Biologie des Lichts" (Biologia da luz), publicado em 1984, ele descreve os princípios da irradiação extremamente fraca das células.

Uma enfermeira do hospital da Universidade de Zurique estava morrendo. Anos antes, haviam-lhe retirado um tumor maligno da mama. Mais tarde, apareceram metástases no fígado. Quando o tumor reapareceu por uma terceira vez, após duas quimioterapias, acreditavam que nada mais poderia ser feito. Era Natal e seus amigos vieram despedir-se dela. Uma amiga lhe falou da alimentação crua e logo trouxe frutas e hortaliças frescas. No dia seguinte, a enfermeira já pôde deixar a alta dose de morfina que estava tomando contra as dores e levantar. A cada dia, ficava de pé durante mais tempo.
Como podemos explicar este efeito imediato sobre tumores malignos? A pesquisadora em oncologia, Virginia Livingston, de San Diego, EUA, descreve em seu livro "The Conquest of Cancer" (A conquista do câncer) que os alimentos vivos, as frutas e as hortaliças contêm um ácido, um sub-produto da vitamina A, que também é produzido no fígado. Essa substância freia o câncer, mas é sensível ao calor. Cenouras cozidas no vapor só contém 1% a 2% da quantidade do ácido que as cenouras cruas contêm.

Recomendo aos pacientes em minha clínica — e eu mesmo me alimento desta forma:
• Comer apenas o que nasce na natureza.
• Disso, só comer aquilo que temos vontade, apenas na quantidade que o corpo pede e quando sentimos fome.
• Consumir os alimentos assim como a natureza nos oferece, sem misturar, sem temperos, sem aquecer.
• Sempre que possível, comer os alimentos isentos de agrotóxicos e adubos químicos.

Como podemos saber se uma fruta é saudável ou prejudicial? Só nosso instinto pode nos dizer isso. Cada ser vivo tem sua voz interior, inclusive as bactérias e os vírus. O ser humano é o único ser vivo que não segue sua voz interior, nós nos achamos superiores. Porém, se não seguimos esta voz, surge o efeito contrário, o vício. O adulto é viciado no fumo, em alimentos desnaturados, cozidos etc. Após um jejum, estes vícios desaparecem. O instinto, a voz interior, está de volta, como em um recém-nascido.

Se comemos alimentos cozidos, há um aumento dos glóbulos brancos após a refeição — como se tivéssemos ingerido veneno. Nosso sistema imunológico, neste caso, está ocupado de manhã até a noite enfrentando os tóxicos que introduzimos com a alimentação aquecida, em vez de se defender contra germes e destruir células cancerígenas.

Ao dar alimentação cozida para animais selvagens, saudáveis — como fizeram Mac Carrison na Inglaterra e o Prof. Kollath na Alemanha — estes adoecem com nossas doenças da civilização e morrem. Se acrescentamos vitaminas da farmácia, morrem alguns dias mais tarde. Entretanto, se os colocamos em liberdade para que voltem a se nutrir com alimentos vivos, seguindo o seu instinto, eles se recuperam. O mais interessante: animais, antes dóceis, tornam-se agressivos com nossa alimentação desnaturada e se agridem.

23 de abr de 2010

Livro - As 7 rotas para a saude o bem estar e a longevidade - G. Books



Com ajuda no orkut, descobri esse livro que trata do tema da postagem anterior sobre os tipos de nutrição.

Para ver o Livro atravez do Google Books acesse: www.books.google.com/books?id=OoLgtwpqbawC&printsec=frontcover&hl=pt-BR


Descrições:

Os tipos de Nutrição que diretamente e indiretamente afetam o corpo fisico (?)

direto ao ponto...

Creio que existam mais tipos de nutrição , fora a nutrição digestiva.

sendo:

Cutânea (poros), Pulmonar (ar), intestinal (alimentos), penso que mesmo as pessoas nao tendo um equilibrio na nutrição intestinal, cometendo desastrosas refeições, gerando febre interna que resulta no envenenamento do liquido vital, sangue, ainda sim, muitas, estão EXTERNAMENTE plenas, ao contrario da parte interna.
-
Fora esses 3 tambem cito a tal da alimentação Energética/Etéria (não-física, alimentação via direta natureza e cosmos(energias externas(Galaxia/Sol) e ''internas''(Planeta/Natureza)), alimentação mental (conhecimento, consciencia), fisica/movimentação (exercicios corporeos, meridianos energéticos, chacras), emocional (sentimentos), etc
-
sendo assim,  na minha visão, indivíduos que mesmo nao tendo uma plena vida alimentar saudavel, temos outros fatores para nos agarrar e não cair no abismo da morte fisica.
-
Então quando alguém adoece, resulta que uma das cordas(nutrição) se quebrou ou danificou e somente ela pode concertar(melhorando os habitos e re-equilibrando os fatores nutricionais) e quando ela morre, pode ser resultado de que muitas das cordas (nutrições) foram quebradas, e ainda tendo outros fatores somados, como carga genética/tendencias geneticas.
-
E voces , alguem pensa arrespeito disso??
 

14 de abr de 2010

Livro - O que seu Médico não sabe sobre medicina Nutricional - Download

eu ainda não li esse livro... em todo caso, esta disponível pra baixar.


"O Que Seu Médico Não Sabe sobre Medicina Nutricional Pode Estar Matando Você"



Alguns assuntos que ele aborda:

• Por que as doses diárias de nutrientes-chaves recomendadas não preparam as defesas naturais de seu corpo para protegê-lo de doenças e quais as quantidades de que você realmente precisa;
• Como o oxigênio e seus derivados podem causar estragos em seu corpo e o que você deve fazer para reparar o dano;
• Por que o nível de seu colesterol NÃO é o segredo para protegê-lo de doenças do coração;
• Como você pode combater alergias e sinusites constantes;
Por que os remédios que seu médico pode receitar não são a melhor defesa contra doenças degenerativas crônicas.


Formato: Pdf
Tamanho: 2,4 MB


Livro - Medicina Nutricional - Mario Sanchez - Download


Formato: Pdf
Tamanho: 4 MB



recador para o autor: Esta obra é relativamente bem trabalhada e existe um custo para adquirila no site do autor, caso exista algum problema, por favor entrar em contato comigo.

Livro: Jejum Curativo - Mario Sanchez - Download OFF

A fisiologia explica nas suas entrelinhas que não dependemos de comidas para viver. Este livro apresenta os dados científicos que justificam ao mesmo tempo os jejuns dos líderes espirituais, as mortes por inanição e os fatos regenerativos ou curativos com suas regras e com seus perigos. Viver de Luz, ficar livre das toxinas, talvez chegar um dia sem precisar de comida.

Livro - Fisiologia da Alma - Ramatís - Download

FISIOLOGIA DA ALMA

Tamanho: 1,5 MB
Formato: Pdf (necessita do Foxit reader)
Download do livro completo.


Artigos sobre Jejum #5 - Livro Naturalismo - ACHARAM, Moreira Yarza

Livro: Naturalismo ao alcance de todos - Dieta e cura pela natureza. pag. 160-161-162-163
O Jejum - Com este nome é conhecido o ato de abster-se de comer alimentos num prazo determinado; as bebidas não cortam o jejum.
Como agente de saúde o jejum atua deixando o organismo descansar do diário trabalho digestivo, para que as energias que deviam ser gastas na elaboração dos alimentos sejam usadas para atuarem nas funções de eliminação e purificação orgânica.
Sendo a vida o resultado do duplo processo de nutrição e eliminação, simplificando o primeiro, ativar-se-á o segundo.
Por esta razão, o jejum constitui nos adultos o purificador mais eficaz e simples, impondo-se a sua prática nas doenças agudas e crônicas.
Nas crianças, o jejum deve ser regulado pelo seu instinto. Quando a criança não quer comer deve-se esperar até que peça alimento e em nenhum caso obrigá-la com ameaças a ingerir comida. Nestes casos de inapetência está indicada a fruta crua como o alimento e medicamento, porque há incapacidade digestiva por febre gastrintestinal.
O jejum é o regime de saúde que os irracionais praticam, guiados pelo seu instinto. É a cura do cão quando sente febre.
Quando um animal está doente ou ferido abstém-se de todo alimento até que volte a fome, indício de normalidade orgânica.
A ‘debilidade’, mas quase geral nos povoados, é atribuída erradamente á falta de alimentos e procura-se combate-la com superalimentação na base de substâncias ‘tônicas’, como carnes, caldos de substâncias concentradas, ovos, leite, queijo, suco de carne, etc. O resultado deste falso conceito é que o doente de debilidade tem que comer copiosadamente o dia inteiro, pois logo que sente o estômago vazio, é vítima novamente da ‘debilidade’ que o consome.
A explicação deste fenômeno, que chega a confundir os próprios médicos, é simples. A ‘debilidade’ é depressão da energia vital por desnutrição e intoxicação. A desnutrição não é por falta de alimentos, senão por um mau aproveitamento dos mesmo, devido a putrefações intestinais, que produzem no corpo substâncias desvitalizadas ou corrompidas. As substâncias cadavéricas que vão a caminho da desintegração orgânica, no intestino mais ou menos febril de todo o doente, entram em rápida decomposição e putrefação, passando ao sangue como matérias tóxicas que, longe de ajudarem a manter a vida das células, deprimem a vitalidade destas e do organismo em geral.
Como as putrefações intestinais elevam a temperatura interna, as carnes e seu suco ou caldo, ovos e leite chegam ao estomago e intestinos febris como a lenha ao fogo e, entrando em rápida decomposição, estas substâncias aumentam a temperatura anormal do intestino, preparando novos transtornos.
Encerrado neste círculo vicioso, o doente consome a sua vida e, fanatizando com o erro, não quer abrir os olhos para observar como o animal doente se normaliza, abstendo-se de todo o alimento.
(...)
Com o regime de superalimentação, vitaminas e tônicos químico-farmacêuticos, o corpo sobrecarrega-se cada vez mais de impurezas que deprimem a sua energia vital. Com regime purificador de jejum, frutas, sol, exercícios e eliminações, o organismo recupera as suas energias como um motor que, por sujidade, perdeu a sua força, recobrando esta, que é objeto de limpeza geral.
O jejum pode ser feito durante um ou vários dias seguidos, ou periódico um dia por semana ou de quinze em quinze dias ou de mês a mês.
Poder ser absoluto, sem se comer nada sólido, bebendo apenas água ou sumo de frutas; e pode ser relativo comendo apenas frutas ou saladas cruas.
O jejum só com água ou sumos de frutas convém aos adultos cada vez que se nota que o organismo funciona anormalmente, podendo prolongar-se até que volte a fome e normalidade.
O jejum de frutas deve ser seguido pelas crianças em caso de inapetência (ou falta de apetite) e durante o curso de qualquer doença. Também é de aconselhar em todo o doente que esteja de cama.
Como o jejum não significa paralisar a nutrição do corpo, mas deixar disponíveis as energias que o processo digestivo consumia para ativar as eliminações, convém combinar o jejum com respirações profundas, banhos de ar, de luz, e de sol.
Desta forma o organismo incorpora sem trabalho nem desgaste, pelos pulmões e pele, o subtil alimento da atmosfera e do sol, substituindo com vantagem a nutrição intestinal.
Quando temos de empreender uma tarefa pesada ou trabalho intelectual ativo, o jejum absoluto é o melhor estimulante, porque todas as forças de que dispomos se concentrarão na obra a realizar.
Com duas ou três laranjas por dia e outros tantos cachos de uvas, um adulto é capaz de qualquer trabalho, aumentando com isso a sua potência intelectual.
Com razão, pois, as religiões impõem o jejum para empreender um exercício espiritual ou preparar-se para receber um sacramento.
As grandes produções do cérebro humano nunca foram resultado de laboriosas digestões.
Tecnicamente, o jejum normaliza e purifica o sangue, ativando as eliminações gerais e favorecendo a destruição de matérias mórbidas.
Durante o jejum todas as células estão fazendo trabalho de eliminação e, quando ficam livres de obstruções de matérias estranhas, a saúde voltará.
O jejum elimina do corpo tudo quanto lhe é prejudicial, aliviando a congestão de qualquer órgão e dirigindo todas as forças do organismo no sentido da eliminação.
Além disso, o jejum combate a febre interna, porque permite descansar o aparelho digestivo cujo trabalho forçado e prolongado congestiona as suas mucosas e origina o desequilíbrio térmico do corpo.
Para terminar este ponto citaremos a experiência realizada pelo médico alopata norte-americano, Dr. Henrique S. Tanner, que jejuou durante quarenta e dois dias.
O Dr. Tanner, de Deluth, Minnesota, em 1877 foi declarado incurável por sete autoridades médicas de Minneápolis. Um reumatismo cardíaco e asma do mais insidioso caráter impediam-no de dormir e mantinham-no sofrendo intensas e constantes dores.
Não tendo na sua vida senão sofrimentos, o Dr. Tanner resolveu morrer, abstendo-se de todo o alimento por espaço de dez dias, prazo assinalado no ensino da Universidade como suficiente para causar a morte de um homem por inanição.
Mas deixemos a palavra ao Dr. Tanner:  
‘Comecei o jejum sem nenhuma prévia preparação, somente com a esperança de que a sua lenta e benigna ação me libertaria deste mundo. Mas qual não seria a minha surpresa ao descobrir que cada dia de jejum o meu estômago descansava absolutamente e libertava o meu corpo das insuportáveis dores e, como conseqüência natural por algo, ao quinto dia de jejum, estava tão aliviado, que pude já deitar-me em posição natural por algum tempo e dormir um pouco.
Continuei o jejum com fervor e, cada dia descobria em mim próprio um alívio surpreendente em todo o organismo. Aos onze dias podia respirar melhor e normalmente e o equilíbrio das forças de todo o corpo começou a manifestar-se, sentindo-me tão bem como nos meus dias de juventude (tinha então quarenta e sete anos).
Na noite do décimo primeiro dia retirei-me para descansar, esperando dormir uma hora; mas qual foi o meu assombro ao despertar no dia seguinte e ver que o sol estava no zénite; pela primeira vez, tinha dormido tantas horas como não o havia feito há muito tempo.
Fui então consultar o Dr. Moyer, o médico da minha maior confiança e um dos sete que me tinham desenganado, e pedi-lhe que me fizesse de novo um exame consciencioso do meu estado. Examinou-me minuciosamente e, quase sem poder falar, pela confusão que o embargava, disse-me: ‘Mas, como é isto possível, Dr Tanner? o seu coração está funcionando perfeitamente, e esta é a primeira vez desde que o conheço. Que é o que o senhor tem feito?’ Pois simplesmente lhe respondi:
‘Dei um absoluto repouso ao estômago nesses últimos onze dias e eu próprio estou admirado de continuar a viver e, cheio de felicidade, cada dia mais, pois os meu maiores sofrimentos desapareceram’. O Dr. Moyer, surpreendido, esteve muito tempo pensativo: a minha experiência não tinha precedente na história médica. Depois, reconsiderando, exclamou: ‘Dr; Tanner: de acordo com todas autoridades médicas, o senhor estava às portas da morte; mas, verdadeiramente, hoje vejo-o melhor do que nunca, desde que o tratei’. Ele falou-me de levar acabo uma discussão geral do fenômeno que o meu caso apresentava, e não queria crer na evidência dos seus sentidos. Continuei o meu jejum sob a sua observação por mais trinta e um dias, fazendo um total de quarenta e dois dias de jejum.
‘Desde aquela data até hoje, que tenho mais de oitenta anos, não sofri nenhuma recaída nem ataque da minha doença do coração, reumatismo e asma.’  
Uma vez mais aqui se comprova eloquentemente que as doenças e curas, a Natureza a rege com a sua própria força medicatriz.
Apesar da eloqüência do caso referido, posso assegurar que um jejum absoluto prolongado é perigoso e pode ser fatal, como pude comprovar. Recomendo ao leitor que só pratique jejum com frutas ou saladas cruas. Em casos raros e por poucos dias jejuar-se-á só com líquidos, por que o intestino necessita de celulose para expulsar as suas impurezas, com as quais deve sair também a bile, cuja retenção intoxica.
digitado do livro por leandro rocha cibantos

13 de abr de 2010

Livro: Do In . Jacques de Langre

Escolha um servidor para baixar o livro:

~> 4shared
~> Google Drive [breve]

Tamanho: 30 MB
Formato: Imagem JPG

Prévias do livro
(clique para ampliar)




12 de abr de 2010

Livro - Tomio Kikuchi - Ritmopratica - Download


MOVIMENTAÇÃO TRANSFORMADORA DO DESTINO HUMANO


Tamanho: 14 MB
Formato: Imagem jpg



Mais livros, artigos e outros no 4shared leandro-arquivos


Aviso que essa e outras obras são distruíbuidas gratuitamente, caso exista algum problema, contacte-me.



10 de abr de 2010

A Dieta Exclusiva - #2

Essa é a parte 2
Lembrando que o destaque em negrito sera opinado logo abaixo na cor azul por mim.

continuando...

A Dieta Exclusiva

Há ocasiões em que recomenda-se a dieta exclusiva para que a absorção de alguma substância específica seja otimizada. Durante o tratamento deve ingerir somente os alimentos indicados. Geralmente, a indicação recais sobre frutas, por serem mais agradaveis de serem ingeridas isoladamente¹. Em intervalos regulares de três em três horas, o paciente deve ingerir uma porção moderada da dieta². Entre uma refeição e outra, água pura é a única substância que pode ser ingerida. Alimentos artificiais, guloseimas em geral devem ser esquecidos.

¹ - As frutas são a melhor opção sem dúvida, sao de fácil assimilação e ajudam o corpo a  manter-se com saúde plena o que resulta na abolição de quase todas infermidades e doenças, elas visam o restabelecimento do equilibrio termico do corpo nao forçando a digestão entao, anulando o aquecimento e disperdicio de energia organica digestiva.

² - Isso na minha visão é totalmente adverso e acho que tbm ate os bons ''Doutores naturais'' e até médicos ocidentais/orientais recomendam, pois é facil deduzir: que de 3 em 3 horas, o sistema digestivo ficará extremamente exausto, e todas as energias organicas serão direcionadas pro aparelho digetivo, nao sobrando muita energia para as outras atividades, principalmente para atividade essencial eliminatoria e purificadora. Saiba em média a quantidade de calorias que você ingere por refeição e perceba se ela esta suprindo as necessidade diárias e adeque-se a quantidade de frutas necessárias.


continuando...
Para que não haja prejuizo nutricional, esta forma de tratamento deve ter duração curta. De modo geral, as Dietas Exclusivas não devem ultrapassar cinco dias, sendo dois a três dias o mais recomendad. Durante a deita, o paciente precisa tomar alguns cuidados: esforço físico, preocupações, estresse e ansiedade devem ser abolidas.

* isso é totalmente relativo, a pessoa terá problemas de nutrição caso ela siga os seguintes exemplos negativos:
  • Não consumir o valor calorico do dia de acordo com sua caloria basal;
  • Comer pouca variedade de fruta por longo periodo;
  • Achar que a alimentação ira curar tudo, sendo que ela é um dos fatores equilibradores e NÃO CURATIVOS.
  • Não respeitar os ciclos e leis naturais( basicamente é saber a hora e quantidade de comer, de dormir, de levantar, nao forçar resultados...).
continuando...
No fim do ''tratamento'', para que não ocorra estranhamento nutricional, a volta à rotina alimentar deve ocorrer de forma gradual[4], com manutenção da dieta em duas refeições do dia, depois somente em uma, até que seja possível retornar à normalidade.

[4] - Essa parte nao tem muito sentido, se fazemos uma dieta para desintoxicar, porquê depois voltar a alimentação intoxicante?
Na minha visão se possivel, o indicado seria prolongar por tempo indeterminado a dieta exclusiva com certas adaptações.

As Dietas Exclusivas desintoxicam o sistema gastrointestinal, otimizando a sensibilidade do organismo aos agentes nutricionais. Por esta razão, durante um período de aproximadamente 10 dias após a dieta, alimentos pesados como os de origem animal e também o ''agressores'', como frituras e outros gordurosos, condimentos picantes, substâncias artificiais, chocolate, doces em geral, são evitados e esquecidos![5]

[5] - Eu diria que após o periodo deveriamos refletir se é necessário voltar a alimentação morta(cozida) dita convencional hoje em dia, tendo em vista que os beneficios de uma dieta exclusiva é realmente a porta de entrada para um ciclo de lei natural extremamente alinhadora e benéfica para com natureza. Os benefícios de uma dieta hipo lipidica frugivorista (que só come frutas/alguns frutas-não doces) são basicamente estes:
~ Não é necessário usar creme dental;  Os dentes se ajustam na boca;  Mudança corporea, o corpo fica altamente definido, sem gordura aparente, mas é preciso praticar alguns exercícios livres simples;  Erradicação da caspa capitalar;  diminuição até desaparecimento de espinhas;  limpeza facial, cravos e buraquinhos da face começam a sumir;  a sede se torna rara;  aumento da ''sensação'' de saúde;  odor fétido corporal é praticamente nulo;  odor das fezes é nulo;  disposição aumenta drasticamente;  clareza mental aumenta drasticamente; febre gastrointestinal quase nula; etc

Entre Muitas outras que sera o tema da proxima postagem.

As Refeições Exclusivas - #1

agora  irei fazer 3 postagens sobre:

Refeição Exclusiva, Dieta Exclusiva e Dieta de inclusão

Retirado do Livro Medicina Alternativa de A a Z as partes em negrito são as que EU ACHO que merecem ser REVISTAS e MODIFICADAS pois as informações nao batem, realizando a comparação entre as bibliografias de referencia, algumas coisas explicadas pelo livro, são um tanto diferentes, tendo em vista que o livro citado se dedica a expandir as formas de alcançar a saúde de modo simples, para todos.
meu ponto de vista estará de azul.

primeira parte:
REFEIÇÕES EXCLUSIVAS

Para alcançar resultados satisfatórios por meio de refeições exclusivas, o tratamento deve ser mantido por 15 dias. Após o período, havendo interesse em repetir o tratameno, deve-se observar pausa de uma semana.¹

¹ - O que o livro nem toca, é sobre a relação das combinações alimentares, a maioria das pessoas nao sabe comer fruta, pensam que a fruta nao é alimento, sendo até dispensavel, mantida como sobremesa, porem, elas tem essencial potencial vitaminico na dieta do ser humano. Qualquer tipo de fruta deve ser ingerida sozinha, neste caso como estou falando de uma simples refeição ao dia, ela deve ser quando o corpo se encontra mais puro, mais ''limpo'', no desjejum, pois o estomago esta 'vazio' e as frutas nao perderão as propriedades misturando-se com outras substancias estranhas do tipo artificial ou massas sem vida das refeições anteriores [refeições cozidas].
Quanto maior a variedade de alimentos ingeridos numa única refeição, menor a capacidade de assimilação de nutrientes. Geralmente isso resulta em putrefação e fermentação gerada pela febre gastrointestinal que por sua vez é resultado da utilização excessiva e forçada do sistema digestivo.
Os beneficios de uma Simples refeição exclusiva de frutas nao demonstrará muitos beneficios, pois o corpo ainda terá muito a eliminar. O recomendavel pra inicio é a deita Exclusiva.

segue no livro...
A indicação Refeição Exclusiva indica a necessidade de utilizar apenas uma espécie de alimento em determinada refeição, mantendo-se a normalidade nas demais. As refeições exclusivas são compostas quase exclusivamente por frutas, mais agradáveis de serem ingeridas isoladamente. Para pessoas que realizam três refeições diárias, recomenda-se a refeição exclusiva no desjejum ou no jantar. Já quem tem o hábito de alimentar-se mais de três vezes por dia, pode optar entre o desjejum e, a ceia da tarde e o jantar.

7 de abr de 2010

Quando você acaba de beber um refrigerante...

 
Prof. Dr. Carlos Alexandre Fett

Faculdade de Educação Física da UFMT

Mestrado da Nutrição da UFMT

Laboratório de Aptidão Física e Metabolismo - 3615 8836
Consultoria em Performance Humana e Estética

O QUE ACONTECE QUANDO VOCÊ ACABA DE BEBER UMA LATA DE REFRIGERANTE?



Primeiros 10 minutos:
10 colheres de chá de açúcar batem no seu corpo, 100% do recomendado diariamente.
Você não vomita imediatamente pelo doce extremo, porque o ácido fosfórico corta o gosto.

20 minutos:

O nível de açúcar em seu sangue estoura, forçando um jorro de insulina.
O fígado responde transformando todo o açúcar que recebe em gordura (É muito para este momento em particular).

40 minutos:

A absorção de cafeína está completa. Suas pupilas dilatam, a pressão sanguínea sobe, o fígado responde bombeando mais açúcar na corrente. Os receptores de adenosina no cérebro são bloqueados para evitar tonteiras.

45 minutos:

O corpo aumenta a produção de dopamina, estimulando os centros de prazer do corpo. (Fisicamente, funciona como com a heroína..)

50 minutos:
O ácido fosfórico empurra cálcio, magnésio e zinco para o intestino grosso, aumentando o metabolismo.
As altas doses de açúcar e outros adoçantes aumentam a excreção de cálcio na urina, ou seja, está urinando seus ossos, uma das causas das OSTEOPOROSE.

60 minutos:

As propriedades diuréticas da cafeína entram em ação. Você urina.
Agora é garantido que porá para fora cálcio, magnésio e zinco, os quais seus ossos precisariam..
Conforme a onda abaixa você sofrerá um choque de açúcar.
Ficará irritadiço.
Você já terá posto para fora tudo que estava no refrigerante, mas não sem antes ter posto para fora, junto, coisas das quais farão falta ao seu organismo.

Pense nisso antes de beber refrigerantes.
Se não puder evitá-los, modere sua ingestão!
Prefira sucos naturais.
Seu corpo agradece!*

3 de abr de 2010

O Cozimento dos Alimentos, por rfs

"A vida só vem da vida, e da morte só vem morte",

postagem de Rui Fragassi: www.saudeperfeitarfs.blogspot.com

 a frase acima foi dita por Jesus Cristo a um grupo de pessoas muito doentes, que desejavam recuperar a saúde. Esta frase foi dita após uma longa explicação que ele deu sobre como recuperar totalmente a saúde, via alimentação, seguindo apenas um dos Dez Mandamentos, que pode ser expresso pela frase "Não matarás o seu próprio corpo", ou, dito de outra forma, "Não cometerás suicídio".

Indo diretamente ao ponto central do ensinamento, ele sugere que toda nossa alimentação seja crua, sem passar pelo "fogo da morte" gerado pelo nosso fogão. Existe, hoje em dia, uma justificativa científica bem conhecida para essa recomendação de Jesus. Por que o fogão e o forno de microondas matam os nossos alimentos e, como consequência, também nos mata? Porque esses instrumentos elevam a temperatura dos alimentos bem acima do "fogo da vida", que é a temperatura do nosso corpo. E por que isso mata os alimentos cozidos? Porque a temperatura elevada destroi as enzimas presentes no alimento cru. Por que a destruição das enzimas, nos alimentos cozidos que comemos, é prejudicial ao nosso corpo? Porque, se o alimento que comemos não possui mais suas enzimas, nós precisamos fabricar, com o nosso corpo, as enzimas necessárias para fazer a digestão deste alimento sem enzimas ingerido, o que, com o tempo, irá diminuir a nossa "força vital" e nos matar. Os alimentos crus estão cheios de enzimas, que facilitam a sua própria digestão, não exigindo a sua fabricação pelo nosso corpo, preservando nossa saúde. As enzimas são muito sensíveis à temperatura e são dizimadas em temperaturas elevadas. Os alimentos crus são "cozidos" (na realidade, ficam armazenando energia), na cozinha solar, durante um ano inteiro, sempre a baixa temperatura, para ficarem "no ponto" para serem ingeridos por nós. Estou, obviamente, falando sobre as frutas, nosso alimento mais importante.

Vamos falar um pouco sobre o instrumento chamado fogão. A grande maioria deles, aqui no Brasil, é alimentado por gás liquefeito do petróleo (GLP). É exatamente com esse gás que muitas pessoas cometem suicídio, abrindo o gás do fogão sem queimá-lo, sem a presença de uma chama. Isso corresponde à mesma técnica de extermínio de pessoas nas câmaras de gás nazistas. Um fato importante, mas nunca mencionado, é que o fato de queimarmos esse gás, durante o cozimento de nossos alimentos, não transforma esse gás venenoso em um gás saudável ao nosso organismo! O gás resultante da queima do GLP, respirado pelas pessoas que cozinham os alimentos, também não é um gás saudável e, portanto, não faz bem à nossa saúde. Muito mais saudável é o uso de fogões elétricos, não poluente do ar ambiente.

O cozimento de alimentos usando o forno de microondas também não é recomendado, já que, além do aumento excessivo da temperatura (propriedade comum com os fogões comuns) ele opera com uma frequência eletromagnética muito elevada, que destrói ainda mais as propriedades dos alimentos.

Os Cabelos e a Energia, por rfs

"Nada ocorre por acaso, tudo tem uma finalidade"

Escrito por Rui Fragassi do excelente blog:
www.saudeperfeitarfs.blogspot.com

Deus, ao projetar o corpo humano, resolveu colocar cabelos (e barbas, no caso dos homens) na cabeça desses seres por algum motivo muito relevante, que a maioria de nós desconhece. Não damos muita importância para isso, e a moda atual nos humanos da Terra é, no caso dos homens, raspar a barba e cortar os cabelos, deixando-os bem curtos. No entanto, o maior mensageiro da humanidade, chamado Jesus Cristo, sempre ostentou cabelos e barbas longos, não é mesmo? Haveria uma razão especial para isso? Certamente que sim!

Todos os pelos de nosso corpo funcionam como antenas eletromagnéticas, captando (e emitindo) energia do (para o) meio ambiente. Pessoas que estudaram o funcionamento de antenas eletromagnéticas filamentares sabem que essas estruturas perdem eficiência quando seus comprimentos são diminuídos: nos carros que usavam antenas eletromagnéticas filamentares telescópicas (de comprimento ajustável), quando se diminuia o comprimento dessa antena, diminuia proporcionalmente a qualidade do sinal da estação de rádio sintonizada (devido à menor captação da energia presente no ambiente e emitida pela estação sintonizada). Portanto, ao cortarmos ou arrancarmos nossos pelos, diminuímos nossa sintonia com Deus (com a energia presente no meio ambiente que nos cerca)!

Todos nós já ouvimos falar sobre a famosa intuição feminina, mas a intuição masculina é muito menos famosa. Por que? Porque, em geral, as mulheres possuem cabelos mais compridos do que os homens e, portanto, captam com mais eficiência os sinais presentes no ambiente. Como esses sinais do ambiente possuem também energia, as mulheres captam mais energia do ambiente do que os homens e, como consequência, vivem, em média, bem mais que os homens em todos os países do planeta Terra, pois tudo (inclusive o nosso corpo) é sustentado por energia.

Em praticamente todos os países do mundo, os recrutas das forças armadas têm os seus cabelos e barbas (e bigodes) cortados. Por que? Porque quem tem pelos compridos costuma pensar antes de agir e as pessoas de pelos curtos costumam agir antes de pensar. E é isso que as forças armadas querem: autômatos, que dizem sempre "Sim, senhor", que cumpram as ordens recebidas sem questioná-las. Líderes políticos e religiosos barbudos (tipo Fidel Castro, Bin Laden, talibans, judeus ortodoxos, siks e sadhus indianos, etc) não são bem vistos na sociedade escravagista em que vivemos, pois eles não estão seguindo a regra usual imposta aos escravos da sociedade (todos nós).


Na Bíblia, além de Jesus Cristo, várias outras pessoas interessadas na elevação espiritual também deixaram crescer cabelos e barbas, como Sansão e João Batista. Com relação a Sansão, o telepata, a Bíblia dá mais uma informação interessante: quando Dalila cortou seus longos cabelos (todo enrolado em tranças) ele perdeu as suas forças e foi facilmente subjugado e tornou-se cego (como nós...).


Pessoas interessadas em maior aproximação com Deus, costumam deixar os pelos crescerem, como os judeus ortodoxos, o clero russo cristão ortodoxo, os Siks (indianos que usam turbante, para esconder cabelos e barbas compridos), os sadhus (homens santos da Índia), muitos mestres gurus (como Osho, etc), cientistas famosos (Einstein, Darwin, etc), etc

As doenças genéticas, aquelas com as quais já nascemos, são devidas à nossa bagagem cármica acumulada devida a erros que cometemos em encarnações passadas. No entanto, problemas físicos que desenvolvemos após o nascimento são devidos aos nossos hábitos prejudiciais que estamos praticando na atual encarnação. Em outras palavras, nós colhemos tudo o que plantamos, nesta e nas vidas passadas.

Observando a sociedade vemos que as mulheres praticamente nunca ficam carecas, ao passo que nos homens a incidência da calvície é bastante comum. Certamente, Deus ao construir macho e fêmea da espécie humana, não privilegiou a mulher com maior fortaleza nos cabelos (todas as outras espécies animais não apresentam este desequilíbrio entre macho e fêmea). Logo após o nascimento, meninos e meninas são todos cabeludos. Com o tempo, os meninos podem se tornar adultos calvos, devido a algum hábito prejudicial masculino que o sexo feminino não pratica! Qual é esse hábito? Ejaculação!

As pessoas do sexo masculino costumam ficar calvas na sua juventude, após começarem a ejacular. Ao ejacularem, as pessoas do sexo masculino perdem uma quantidade apreciável de energia vital (energia suficiente para gerar um grande quantidade de vidas, bilhões de espermatozóides em uma única ejaculação masculina!). Numa relação sexual normal, o homem perde essa energia vital e a mulher recebe essa energia perdida pelo homem! Esse desequilíbrio energético habitual leva à calvície masculina, com o passar do tempo.

Dicas gerais para uma boa alimentação - 1

Mastigar sempre prolongadamente os alimentos, principalmente os grãos.
(na macrobiotica é recomendavel mastigar cada porção mais de 60 vezes!, porem eu recomendo seguir a frase: ''mastigar os líquidos e tomar os sólidos'', ou seja, a digestão começa pela boca, nossa boca é dotada de saliva pra isso, mastiganda a comida até ela virar uma papa ja estará concluindo parte do ciclo disgestivo com eficiencia)

Não comer em demasia.
(morrerm mais pessoas obesas do que pessoas que não comem)

Não ingerir líquidos durante as refeições:
(a agua é um diluidor universal, dedeuza o que ela fara com certos ácidos, organismos , enzimas e nutrientes dentro de voce, sera que terá uma boa absorção? Faça uma experiencia, pegue seu almoço, 1 copo americano de água e bata no liquidificador de modo grosseiro, e dps ponha em seu prato. é +- daquele jeito que a comida fica dentro de vc, faça experiencia com mais coisas e verá o quanto nao é natural continuar com esse habito negativo)

Evitar deitar-se após as refeições:
(é sempre bom realizar caminhadas bem curtas e tranquilas, após a ingestão substancial de alimentos. Quando deitamos o organismo vai precisar forçar mais a movimentação alimentar, melhor é ficar de pé ou com tronco ereto).

Consumir sucos de frutas apenas após o preparo:
(os sucos guardados, mesmo em geladeiras, perdem praticamente todas suas qualidades, em média em 15 minutos o suco fica praticamente sem nutrientes vivos, eles oxidam e fermentam.

Acostumar desde cedo as crianças a apreciarem o paladar natural dos alimentos, sem habituá-las ao hiperestímulo do açúcar branco, salgados, ao excesso de temperos
(mesmo em vegetais!) e às guloseimas artificiais inventadas pelos carteis industriais em conjunto com outros*

Durante as refeições, procurar manter o silêncio, a concentração, a positividade e a tranquilidade:
(comer em sombra fresca, ao ar puro, sentindo o gosto do que poe na boca, com calmaria é a melhor coisa!)

Comer apenas quando tiver fome:
(forçar o organismo é mais prejudicial que a falta circunstancial de alimentos. Isto serve principalmente para as crianças, desde que sua inapetência não seja prolongada. Há ocasiões em que o organismo rejeita os alimentos para poder reciclar-se energeticamente. Quando uma criança recusa-se a comer, respeite-a, ela nao sera prejudicada, pelo contrario, se beneficiará, pois existem ciclos de crescimento, e o corpo esta em processo de criações/regenerações altas.)

Alimentar-se apenas de produtos agradáveis:
(forçar a ingestão de produtos que não agradem ao paladar produz bloqueios enzimáticos e conseqüente perturbação da digestão)

SE FOR, Fazer refeições bem leves pela manhã com recomendação de apenas liquidos:
(Não fazer refeições pesadas à noite, notadamente antes de dormir; isso resulta em cansaço orgânico e envelhecimento precoce, existem certos ciclos a serem seguidos se quisermos tem uma otimização de saude geral)

Evitar feijões e alimentos preparados há muito tempo, principalmente guardados na geladeira.

Comer a maior variedade de frutas possiveis isoladamente, tendo noção de certas combinações alimentares básicas.

O QUE É O ANTI-ESPECISMO?

O anti-especismo se interessa pela noção da igualdade animal, ou seja, o levar-se em consideração os interesses de todos os indivíduos sensíveis.


Por esta razão, nós somos contra o fato dos humanos utilizarem os animais para seu próprio consumo ou seu próprio prazer e interesses.


É um verdadeiro sistema de exploração que denunciamos. Um sistema completamente banalisado e aceito como normal. Um sistema que encontramos em todas as nossas práticas cotidianas (alimentação, lazer...)


Gostaríamos de levar as pessoas a refletirem sobre essas práticas enfraquecendo-lhes as bases teóricas em que se fundamentam.


Procuramos, também, desenvolver alternativas a este sistema.


Trata-se de uma verdadeira revolução!


Mais ainda...
O conceito de igualdade animal está igualmente ligado a outros domínios além daquele relacionado á relação de dominaçao entre humanos e não humanos.


Por isso, dedicamos uma rúbrica ás “outras lutas”. Com efeito, lutar por um mundo de igualdade significa atacar também os outros sistemas de opressão aos quais nos confrontamos de forma direta ou indireta: a dominação patriarcal dos homens sobre as mulheres, lesbofobia, homofobia, racismo, “âgisme” (preconceito em relação á idade), etc... Estes outros sistemas estão ancorados profundamente em nossa sociedade, pois esta é construída sobre estas relações de força e de exploração.

Porque recusar os ovos: A ÉTICA


Se o comer galinhas e frangos claramente consiste no fato de assassinar animais, comer ovos não é condenável em si. Que ele seja fecundado ou não, o ôvo evidentemente não sente nada.
Por outro lado, o ôvo é um produto oriundo da exploração de um animal, ou seja, de uma galinha que, assim como nós, animais humanos, é sensível á dor. Nós não temos então o direito, assim como em relação a uma pessoa humana, de dispor de seu corpo –um corpo que sente sofrimento e prazer- nós não temos, moralmente, o direito de matar este ser. Suas condições de existência e sua vida possuem uma importância capital para si.


As condições

Apresentaremos brevemente, em ordem de intensidade de crueldade, os 3 tipos de exploração animal de onde se originam os ovos que estão á venda no comércio.
Em primeiro lugar, no que podemos classificar como sendo o sumo da barbárie, se encontram os aviários em ‘batterie’ (criação intensiva): 0,045 m2 de espaço vital para cada galinha. Este tipo de criadouros representa por sí só cerca de 93% da produção total de ovos. O resto da produção “ ao ar livre” outorga 2,5 m2 para cada galinha. Em ínfima proporção encontramos os criadouros ‘libre parcours’ (percurso livre): 10m2 por galinha.


Os Aviários de criação intensiva

Estas produções intensivas são verdadeiras usinas de sofrimento e de morte. As galinhas vivem amontoadas em gaiolas de ferro inclinadas para facilitar que os ovos escorreguem para o exterior. O espaço que as galinhas possuem durante toda sua vida não ultrapassam 450 cm2 (ou seja, o equivalente de uma folha A4). Dezenas de milhares de galinhas vivem assim em galpões iluminados artificialmente dia e noite, elas nunca verão o sol, nem conhecerão o repouso de uma noite escura e calma. A superpopulação, a barulheira e a luz perpétua levam estes animais a se atacarem entre si, a se auto-mutilarem, levando-os até ao canibalismo.

Para limitar as vítimas, os produtores atrofiam bicos e unhas com ferro quente, sendo que esta prática mata muitas galinhas antes de estas atingirem a idade adulta, após longas agonias.


Todos os animais machucados e a sujeira ambiente (as gaiolas são limpas apenas uma vez a cada dois anos) provocam infecções e doenças, o que obriga os produtores a colocarem substâncias químicas na ração animal. Os mais modernos aviários reciclam os excrementos das galinhas a fim de misturá-los aos alimentos novos.
A única atividade das galinhas é comer...

Cada dia, centenas de cadáveres são retirados destes pútridos galpões onde os produtores entram somente com roupas especiais e inteiramente mascarados. Em tais condições, as galinhas não conseguem manter um alto rítimo de produção durante muitos meses. Quando se tornam menos rentáveis, elas sáo abatidas na idade de 18 meses (notemos que seu potencial de vida é de 10 anos) sem ter podido uma só vez ter visto o céu ou caminhar pelo solo do planeta.


A criação ao ar livre

Contrariamente ao que poderíamos pensar, este tipo de criação não é a melhor... pois qualquer que seja o tipo de criação, nada muda quanto ao destino do animal. Nas criações ditas “bio” (biológicas) é a saúde do ser humano que é levada em conta. O acesso entre o galpão e o exterior é permitido ás galinhas durante 3 horas por dia; elas têm a possibilidade de andar um pouco em um estreito corredor gradeado. Neste tipo de aviário elas também não verão nem um pedaçinho de grama ou de vegetação. Os produtores, por lhes ‘permitirem’ andar um pouco têm o direito de chamarem estes animais de ‘galinhas felizes” e podem usar nas embalagens desses ovos uma foto, por exemplo, de uma bela galinha ciscando sozinha em um imenso campo verde!

Porque devemos recusar o leite?


A imagem de vacas pastando tranquilamente em pastos e se deixando alegremente ordenhar é veiculada pela indústria leiteira visando incitar as pessoas a consumirem leite.

Entretanto, esta imagem fabricada esconde uma sórdida realidade.
É evidente que, para obtermos leite, não matamos as vacas. Por isso, se nos mantivermos em uma abordagem superficial do assunto, chegamos rapidamente á conclusão que, consumir produtos lácteos não implicaria sofrimentos para os animais. Infelizmente essa análise não leva em conta que, para produzir leite, é necessário que uma vaca dê a luz, como todo e qualquer mamífero e, isto, uma vez ao ano. É aí que as coisas começam a se complicar: se os produtores deixarem os bezerros mamar, a vaca controlará e freiará a descida do leite; prejudicando a produtividade. Então, o bezerro é retirado da mãe logo alguns dias depois de seu nascimento. Você já pensou no traumatismo que é inflingido á vaca, cuja ligação ao filhote não podemos negar?

Se for um bezerro fêmea, esta irá se juntar ás outras vacas leiteiras. Sua primeira gravidez acontecerá quando ela tiver cerca de 2 anos; ela será novamente fecundada 3 meses após cada parto (através de inseminação artificial em cerca de 65 a 75% dos casos), a vaca será mantida em ordenha durante pelo menos 7 meses ao ano e o produtor continuará a ordenha-la mesmo enquanto ela estiver grávida. Você pode imaginar a que ponto isto pode extenuar seu corpo cujas necessidades vitais não são de forma alguma repeitadas? Além do que, este produtivismo intensivo reduz seu potencial de vida (que normalmente é de 20 anos) á cerca de 5 anos, idade na qual ela será abatida por ter se tornado estéril ou por render pouco... Você sabia que 70% da carne bovina é proveniente das vacas leiteiras?

Por outro lado, se o bezerro for macho, seu destino dependerá da qualidade de sua carne. Se seu potencial em carnes for pobre, ele terminará virando patê para cachorros e uma parte de seu estômago será usada para fabricar o coalho destinado á fabricação de queijos. A quase totalidade dos queijos que encontramos no mercado contém carne animal (queijo= carne branca).

Se o produtor desejar produzir carne vermelha, o bezerro será enviado a unidades de engorda intensiva onde será super alimentado com cereais e mantido em um local estreito para evitar que ocorra a mínima perda de peso. Outros animais (cerca de 2 milhões de bezerros) serão enviados para criações industriais, confinados em boxes individuais que os privam de todo contato com seus congêneres e os impedem até mesmo de deitarem-se corretamente. Saiba que 90% deste tipo de confinamento é feito em locais fechados contra 10% de criadouros ao ar livre.

De toda forma, qual tenha sido o tipo de criação que tenham suportado as vacas e os bezerros, todos acabarão, sem exceção, no facão do açougueiro. A indústria leiteira é uma fornecedora direta da indústria da carne e dela não pode ser dissociada. Cada vez que você consome produtos lácteos, você envia animais ao abatedouro.
Porque então continuar a consumí-los se existem substitutos como o leite de soja, o leite de arroz, o de amêndoas (também em forma de pastas , cremes e queijos) que são tão saborosos e equilibrados quanto o leite de vaca?! Temos á nossa disponibilidade substitutos que não implicam na exploração nem na morte de milhões de animais...

Se você teme uma deficiência de cálcio, saiba que a maioria dos legumes verdes, cereais integrais e até mesmo a água mineral o contém em grande quantidade.

Total de visualizações de página