''O QUE PODEMOS FAZER PARA QUERER FIRMEMENTE AQUILO QUE RECONHECEMOS SER O MELHOR PARA NÓS E PARA NOSSA ESPÉCIE?''

14 de jul de 2011

Maquina organica autonoma: corpo e alimentação

Investigando um pouco na Internet e alguns livros decidi postar umas Informações simplíssimas que devem ser lapidadas por suas mentes, desfrutem..

  • %% saber o que é alimento
  • @@ saber o que é digestao
  • ## saber como o alimento é absorvido
  • ** O que é Absorvido

%% Alimentos são todas as substâncias utilizadas pelos animais como fontes de matéria e energia para poderem realizar as suas funções vitais, incluindo o crescimento, movimento, reprodução, etc.
A alimentação é uma característica típica dos seres vivos. É também uma forma de troca de energia entre os mesmos, através de uma teia alimentar. Os principais produtores de energia são os chamados produtores, em maioria plantas e vegetais, mas qualquer ser clorofilado tem essa capacidade de extrair energia da luz para armazenar em açúcar. Logo, as variações desse açúcar constituem a principal fonte de alimentação. Para seres humanos, isso termina se dividindo entre ingerir animais e vegetais.
Contudo, existe também a água, principal componente de vida, e os sais minerais, encontrados principalmente na água mineral (forma potável da água pura) que auxiliam o processo de alimentação. Funcionam e agem de diferentes formas, por exemplo como catalisadores, solventes ou como uma "cola biológica". Podem ser considerados, basicamente, "conectores da energia" que constituem cada ser vivo, dando forma inclusive às membranas celulares, que são constituídas em maioria por açúcares. Os sais, encontrados em pouca quantidade na maior parte dos seres vivos, atuam principalmente para manter um equilíbrio osmótico para com o meio ambiente, desde celular até corpóreo.
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Alimento

@@ A digestão é o conjunto das transformações químicas e físicas que os alimentos orgânicos sofrem ao longo de um sistema digestivo, para se converterem em compostos menores hidrossolúveis e absorvíveis. 

Quando o alimento é deitado à boca, com a ação mecânica dos dentes (mastigação) e da ptialina (enzima contida na saliva),(ação química sobre o amido), transforma-se em bolo alimentar.


O bolo alimentar passa da faringe para o estômago, através dos movimentos peristálticos (tecido muscular liso) no esófago, continuando a sofrer a acção da saliva. Ao chegar ao estômago, o bolo alimentar passará a sofrer a acção química do suco gástrico (que contem pepsina), transformando-se em quimo.

O quimo segue então para a região pilórica, atravessa o duodeno onde recebe os sucos intestinais e o suco pancreático que, com a ajuda de enzimas, decomporão ainda mais a massa alimentar, transformando-a em quilo, que entra no intestino delgado.

Aqui, pelo efeito dos movimentos peristálticos do intestino, o quilo vai sendo empurrado em direcção ao intestino grosso, enquanto vai ocorrendo a absorção dos nutrientes, com a ajuda das vilosidades intestinais. A parte que não é aproveitada do quilo é, finalmente, evacuada pelo ânus sob a forma de fezes

O Livro de instruções do circulo esotérico da comunhão do pensamento
diz na pagina 203 a 206:

@@ ''O processo de mastigação, sendo executado como os animais naturalmente frugivoros o executam, efectua 3 coisas. Primeiramente, exercita os dentes, as gengivas, a língua e os músculos do rosto. Em segundo lugar, liquefaz os alimentos sólidos, de modo a poderem ser absorvidos, através das paredes do intestino delgado, pelo sangue. Em terceiro lugar fornece o fluido digestivo mais essencial ao sistema. Os reagentes químicos, que denominamos fluidos digestivos se apresentam em ordem (...) Se o alimento for convenientemente mastigado, nao so ficará perfeitamente misturado com a saliva, mas também todas as substancias pesadas serão transformadas, na boca , em glucose ou açúcar. Se isso for executado bem, ela fará apresentar-se o ácido hidroclorico (salmoura) no estômago, daí a alguns minutos. O acido hidroclorico é absolutamente essencial para a conservação do alimento e é também um poderoso anti-séptico que destroi toda espécie de micróbios. O calor do estômago humano, é de, mais ou menos 37 graus graus na sombra, que é, aproximadamente, o grau do dia mais quente do verão. Sabeis muito bem quanto tempo seria necessário para o alimento putrefazer-se numa despensa a esta temperatura.

Quando engolimos o alimento sem mastigá-lo completamente o ácido hidroclorico não flui livremente, nunca entra no estômago em menos de vinte ou trinta minutos, e so o faz em quantidade insuficiente para prestar um serviço real. O Acido hidroclorico e a saliva alcalina, sendo misturados, fazem aparecer, por sua vez, o ácido denominado suco gástrico. Este, em seguida, faz aparecer o fermento ativo do estômago, a pepsina.
(...)

## Estudando agora, o intestino delgado, órgão de absorção, observamos que um processo de grande importância se realiza de um modo tão inexplicavelmente inteligente. É aqui que a digestão se completa e a assimilação começa. É aqui que ficamos sabendo que não vivemos do que engolimos, nem do que digerimos, mas apenas do que absorvemos. A parede do intestino delgado, de uns oito metros, é coberta por milhões de pequenas saliências, ou bicos, denominados vilosidades. Cada vilosidade, ou bico, é coberta de uma simples camada de células de núcleos profundos.
Dentro de cada uma, há duas ordens de vasos - um canal correspondente de vasos linfáticos absorvem as gorduras de nosso alimento e levam consigo o quimo, semelhante ao leite, passando o resto da substancias absorvida diretamente para o sangue. Isto se dá a proporção que o alimento desce lentamente pelo intestino delgado, se ele for ato fino como o sangue ou mais ainda, podendo ser esmiuçado apenas na boca.

## Este processo exige várias horas desde o momento em que o alimento deixa a boca; porem, ainda nem a milionésima parte de um grão do mesmo alimentou o sistema, nem qualquer parte do estômago ou dos intestinos pela qual passou. Ele nao pode alimentar o organismo sem ter sido manipulado pelos PULMÕES. O alimento, tendo sido absorvido pelo sangue, por meio desses bicos das paredes do intestino delgado, é então levado aos pulmões e aí oxigenado. Até o processo de oxigenação ter-se dado não há alimentação.
(...)
 
O sangue oxigenado é, então, levado pelas artérias, as quais são pequenos canais de agua  em que navegam os barcozinhos amarelos ou células de policiamento, denominadas glóbulos vermelhos; outras pequenas células de policiamento denominadas glóbulos brancos ou leucócitos e outras células que não precisamos mencionar agora. À proporção que essas células amarelas passam pelos canais, as células individuais do corpo absorvem delas os elementos alimentares de que necessitam para reparar suas partes estragadas e lançam os restos e entulhos no barcozinho amarelo. Então o glóbulo vermelho do sangue já atingiu o fim da artéria e, partindo, através das veias, não é mais amarelo, mas de uma cor vermelho-escura ou azulada. Denominamos, então, a circulação de volta, sangue venoso. Está carregado de restos e materiais estragados das células - dióxido de carbono e outros gases venenosos que resultam da atividade muscular e mental. Esses venenos absorvidos pelo sangue só podem ser expelidos do sistema por meio dos pulmões. 
(...)
@@ Uma consideração ligeira nos mostrará, agora, que nenhum alimento que saiu da boca sem ser mais fino do que a saliva pode nutrir; que todo alimento mais grosso do que saliva, ao entrar no estômago, faz-se massa podre e, assim, envenena o sistema; e que mais de oitenta por cento dos alimentos que comemos é matéria imprestável, que o organismo tem de eliminar. ''

##  Respiração celular é o processo de conversão das ligações químicas de moléculas ricas em energia que poderão ser usada nos processos vitais. Ela pode ser de dois tipos, Respiração Anaeróbia (sem utilização de oxigênio também chamada de fermentação) e Respiração Aeróbia (com utilização de oxigênio). A respiração celular é o processo de obtenção de energia mais utilizado pelos seres vivos. Na respiração, ocorre a libertação de dióxido de carbono e energia e o consumo de oxigénio e glicose, ou outra substância orgânica. A organela responsável por essa respiração é a mitocondria e o cloroplasto. 

** Calorias nos Alimentos
A vida do ser humano depende de uma fonte de energia: as calorias contidas nos alimentos. Quando são ingeridas pelo organismo, elas são metabolizadas no seu interior, gerando a energia química que necessitamos para nossa sobrevivência.
As calorias são encontradas em forma de energia em cada alimento; isso será utilizado pelo corpo para todas as funções, como digestão, respiração, prática de exercícios etc.
Todos os alimentos possuem calorias, mas em diferentes quantidades. Os alimentos gordurosos (por exemplo, carnes gordas e lacticínios) são os que mais contêm calorias. Já os carboidratos, são os que possuem as calorias mais fáceis de serem absorvidas e metabolizadas, sendo fontes de energia muito boas.
fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Alimentos_e_suas_calorias

o livro ''A CURA POPULAR PELA COMIDA'', DR FLÁVIO ROTMAN, A TRANSFORMAÇÃO DE ALIMENTOS EM REMEDIOS - UMA NOVA VISAO PARA UMA EPOCA DE CRISE, PAGINA: 336 TOPICO: AMIDO - A ENERGIA DA TAIOBA'', diz:

A ENERGIA QUE NECESSITA O ORGANISMO DERIVA DOS PROCESSOS DE QUEIMA DOS NUTRIENTES OS QUAIS TEM POR FINALIDADE LIBERAR ENERGIA SOLAR [?] CONTIDA POTENCIALMENTE NO ÁTOMO DE HIDROGÉNIO. (...)
AS NECESSIDADES CALÓRICAS DO INDIVIDUO ESTÃO CONSTITUÍDAS PELA SOMA DO VALOR CALÓRICO CORRESPONDENTE AO METABOLISMO BASAL DE REPOUSO, PELOS REQUERIMENTOS NECESSÁRIOS PARA O GASTO DO TRABALHO CORPORAL E PELO GASTO ENERGÉTICO EXTRA REQUERIDO PARA O PROCESSO DE DIGESTÃO DE ALIMENTOS.
ESTAS NECESSIDADES ENERGÉTICAS SÃO SUPRIDAS PELA INGESTÃO DE HIDRATOS DE CARBONO, PROTEÍNAS E GORDURAS. SE UM ALIMENTO É COLOCADO EM UMA PEQUENA CÂMARA NA QUAL EXISTE UMA ALTA PRESSÃO DE OXIGENIO E SUBMETIDO A UMA CORRENTE ELETRICA, ESTE ALIMENTO SOFRERÁ A SUA PRÓPRIA COMBUSTÃO.

O CALOR PRODUZIDO E LIBERADO NESTAS CONDIÇÕES PODE ASSIM SER MEDIDO:

1) OS HIDRATOS DE CARBONO PRODUZEM 4,1 CALORIAS POR GRAMA (EX. AMIDO);
2) AS PROTEINAS PRODUZEM 5.65 CALORIAS POR GRAMA;
3) AS GORDURAS PRODUZEM 9,40 CALORIAS POR GRAMA.



CONHECIMENTOS :

PALESTRA DE CLEMENTE
Viver o vegetarianismo

Que faz uma pessoa tornar-se vegetariana? Como ela pode levar adiante seu propósito no meio em que vive? Que benefícios traz ao equilíbrio planetário?
Palestra(s) gravada(s) em 07/Out/2009
Ouvir d 53.91 MB 

PALESTRAS DO DR ERIC

De maneira simples e acessível, Dr. Eric transmite noções do equilíbrio nutricional a ser encontrado na dieta sem carnes.
Palestra(s) gravada(s) em 14/Out/2006
Ouvir d 51.31 MB 

Vegetarianismo e vitamina B12  (## entenda a flora intestinal)
O paradigma de que uma dieta estritamente vegetariana não supre a necessidade de vitamina B12 no organismo humano pode ser transcendido. Clemente nos apresenta um caminho.
Palestra(s) gravada(s) em 14/Jun/2006
Ouvir d 41.95 MB

Nenhum comentário:

Total de visualizações de página