''O QUE PODEMOS FAZER PARA QUERER FIRMEMENTE AQUILO QUE RECONHECEMOS SER O MELHOR PARA NÓS E PARA NOSSA ESPÉCIE?''

23 de jul de 2011

uma historia qualquer de tempos remotos - parte1

existiu um tempo quando os seres humanos moravam em lugares simples e organicos, cercados de agua, luz, vento, aromas, cores, alegria, espontaneidade, autenticidade, sabedorias, festas sob a lua e o fogo, historias das estrelas e dos seres invisiveis, tudo moldado gradativamente atraves da observação coletiva da lei viva de deus, que é a natureza.

Deus é o nome que é dado nessa parte de terra onde vivem, esse nome serve para algo divinamente misterioso, o que nao é o choque do desconhecido, é apenas o misterio da vida, Deus.
Não era o desconhecido pois Deus esta em tudo, e o deseconhecido é um estado de ignorancia mental, que pode causar medo, e todos ali tinham sabedoria de que o medo nao existia.

Porem muitos desse lugar onde só se refletia o prisma pacificador do ser interior e da comunhao, se sentiam muitas vezes sem resposta para algumas coisas, viviam sob o amparo de todas as forças sutis da natureza terrena e cosmica, mesmo assim ainda haviam lacunas, para alguns.

Mas eles tinham tudo, tinham longevidade, juventude, força fisica, força mental, consciencia elevada, tinham o desfrute de todos os sentidos fisicos em equilibrio...

Mas ainda restava em algumas noites, algum pensamento enigmatico sob algum coisa. Os assim chamados Ancioes, que tinham mais anos de vida, e que ja viram muitas coisas.... alguns que sabiam um pouco mais que outros, seguiam a mesma filosofia de vida que os demais, que era a de simplesmente viver em harmonia com tudo. Mas uma leve duvida divina os tocou, e esses poucos duvidosos distanciaram-se por um leve tempo em longinquos locais cercados de silencio e calmaria, apenas sentindo o calor do sol e esvaziando-se de tudo.

Eles partilhavam uma ideia em comum que seria chamada de Tao em milenios mais tarde por uma buscador da verdade, eles nao queriam saber de onde vinham ou para onde iam, pois a transformaçao de tudo é evidente sob suas coloridas iris refletindo os relampagos ao longe que queimavam a madeira e as folhas e modificavam o solo, porem via-se a tardar que o impacto fortaleceu a terra que brotava mais ramificadamente e tenaz que outrora.

Entao a absoluta certeza que tinham era a da transformaçao, sendo assim, nao era necessario pensar em muitas coisas no sentido literal de fim, pois tudo funciona como uma evolução positiva.

Um rio, jamais terminava, um dia ele vai, carregado de materiais estranhos, ou sujo, e pelo caminho vai se lavando e transformando em agua pura, até chegar ao mar, onde se mistura com o todo e troca sua polaridade doce para a salgada, sendo ainda sob outras influencias capaz de se soltar do oceano aquatico e penetrar no oceano oxigenado e invisivel dos gases, que o fazem levitar até as mais altivas nuvens, que sao movidas, regidas e criadas pelo Sol, onde o passar acumulativo das coisas faz cair novamente no denso plano magnetico da terra.

Após um tempo, pode ser sendo sob a forma que havia sido antes de entrar no mar multicoletivo, isso se repitirá até que um ser vivo alimente-se dessa fração aquatica e entao um novo ciclo iniciará para essa molecula de ''h2o com essencia divina'', fazer parte de algo com incrivel funcionalidade misteriosa, o micro cosmo biologico, chamado corpo fisico de um outro ser vivo.

E tudo irá se repetir de formas diferentes, porem seguindo os mesmos parâmetros cíclicos da lei divina da vida, a transformação. Aantes de ser agua ela foi muitas coisas, e deixando de ser agua será outras coisas, ela pode ser até a molecula exata que se transmutará dentro do corpo e virará energia por alguma glandula de uma pessoa que pensa no amor a uma arvore doente, e essa agua entao virará energia sutil desprendida do ser e que por sequencia se derramará sobre a arvore, consiliando-se.

Entao todos nao tinham pressa, preocupação, medo, ou sentimentos vibracionais baixos, seus cerebros funcionavam em alto pulso.

A manipulação energeitca naturalmente feita de tudo, era algo feito com zelo e tudo o que reconheciam os deixava mais fortes e inquebravelmente ligados numa sintonia de evolução infinita.

Mas os ancioes quando voltaram, fizeram perguntas.

[continua?]

historia fantasiosa e mistica, cada vez q ler vai entender diferente...rsrs

Um comentário:

Malu Paes Leme disse...

Lindo. quero mais?! Acho que sim. Religar ao Amor e Gratidão. Respirar fundo e sentir como a vida é bela, Agora.
Gratidão meu querido!

Total de visualizações de página